quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Má interpretação provoca resposta errada

Em certa ocasião, uma família britânica foi passar as férias na Alemanha.

No decorrer de certo passeio, os membros da referida família repararam uma pequena casa de campo que lhes pareceu boa para passar as férias de verão. Conversaram com o proprietário, um pastor protestante, e pediram que lhes mostrassem a casa. A residência agradou muito os visitantes ingleses, que combinaram ficar com a casa para o verão vindouro.

Regressando à Inglaterra discutiram sobre a planta da casa e de repente, a senhora lembrou que não tinha visto o WC e então escreveu para o pastor para obter tal pormenor. A carta foi assim redigida.

"Gentil pastor, sou membro da família que há muito tempo o visitou com o fim de alugar sua propriedade no próximo verão, mas como esquecemos de um detalhe, muito agradeceria se nos informasse onde fica o W.C."

O pastor alemão não compreendeu o sentido da abreviatura W.C. e julgando tratar-se da Capela Inglesa "White Chapel", assim respondeu:

"Gentil senhora, recebi sua carta e tenho o prazer de comunicar-lhes que o local a que se refere fica a 12Km da casa. Isto é, muito cômodo, sobretudo se tem o hábito de ir lá frequentemente; neste caso é preferível levar comida para lá ficar o dia todo. Alguns vão à pé, outros de bicicleta e há lugar para 400 pessoas sentadas e 100 de pé. O ar é condicionado para evitar inconvenientes comuns de aglomeração; os assentos são de veludo (recomenda-se chegar cedo para arrumar lugar sentado).
As crianças permanecem ao lado dos adultos e todos cantam em coro.
À entrada é fornecida uma folha de papel a cada pessoa, mas se alguém chegar depois de distribuí-la, pode usar a folha do vizinho ao lado, sendo que tal folha deve ser restituída na saída para ser usada durante muitos meses. Existe amplificadores de som e tudo o que se recolhe é para as crianças pobres da região.
Fotógrafos tiram fotografias para os jornais da cidade, de modo que, todos possam ver seus semelhantes no cumprimento de um dever tão humano...!!!"

Autor desconhecido - texto de 1981
------------------------------------------

3 comentários:

Marco Antônio disse...

Muito interessante esse texto! Coisas desse tipo acontecem frequentemente, e uma maneira de minimizarmos esses desentendimentos é procurar olhar a situação de outro ponto de vista. Essa técnica também é muito utilizada e eficaz para resolvermos problemas que são difíceis de serem resolvidos de maneiras convencionais.O livro de Edward de Bono intitulado "Os Seis Chapéus do Pensamento" nos ensina como fazer isso. Para um determinado ponto de vista usa-se cada chapéu de uma cor, que corresponde a um um pensamento voltado para áreas diferentes: lados positivos, negativos, emotivo, organizacional etc. Utilizando este método o campo de visão aumenta drásticamente e se tem um conhecimento do processo muito maior, evitando assim, surpresas desagradáveis. Se a família inglesa tivesse se colocado no lugar do alemão, ou se ela pensasse o que poderia acontecer caso não houvesse um entendimento mútuo, a desentendimento poderia ser evitado.
Texto muito bom!

Igor disse...

Grande Marco! =)
Pow, mt fera o esquema dos chapéus hein!
Depois da sua indicação procurei sobre os chapéus de de Bono, e encontrei métodos aparentemente bem definidos para isto mesmo que você disse, ter pensamentos mais claros e uma visão ampliada.
Bom, agradeço sua visita, e fico feliz que este texto tenha trazido um comentário tão bacana!
Grande abraço! =)
Igor.

izabel disse...

Legal, conheço esse texto há 30 anos.
Chama-se "UMA CARTA CURIOSA".

Legal você tê-lo publicado aqui.
Lembro que eu ri muito quando o li,isso era lá na década de 70.

Um abraço
Izabel